Velocidade do som em Marte é calculada com ajuda do Perseverance

Pesquisadores calcularam que o som viaja a 240 metros por segundo na superfície de marte. A descoberta foi feita utilizando dois equipamentos a bordo do rover Perseverance: um microfone e um laser capaz de disparar um barulho perfeitamente cronometrado.

Usando o rover Perseverance, cientistas conseguiram medir a velocidade do som em Marte (Fonte: Shutterstock)Fonte:  Shutterstock 

O som viaja pelo universo através de ondas. Sua velocidade depende da temperatura e da densidade do material que ele atravessa: quanto mais denso, mais rápido. No ar terrestre, os ruídos percorrem cerca de 340 metros por segundo.

Em marte, entretanto, a composição da atmosfera é muito diferente. A pressão próxima à superfície por lá, por exemplo, é muito menor do que aqui – 0,2 quilogramas por metro cúbico em comparação aos nossos 1,2.

Além disso, os cientistas também descobriram peculiaridades sobre o comportamento dos barulhos em solo marciano. No planeta vermelho, sons mais agudos são mais velozes que ruídos graves.

Os autores do trabalho, que foi divulgado na 53º Conferência de Ciência Lunar e Planetária de 2022, também dão pistas de como seria a comunicação no ambiente de Marte, caso fosse possível dois interlocutores conversarem livremente na sua superfície.

Como a mudança na velocidade do som acontece exatamente na faixa audível (entre 20 e 20 mil Hertz), pessoas com vozes agudas poderiam falar mais rápido que aquela com vozes grossas.

Os pesquisadores continuarão a fazer experimentos com os microfones do Perserverance, para coletar mais evidências do comportamento do som em Marte. Essa descoberta é mais uma que se soma ao conjunto de conquistas inéditas da missão até agora.

Veja a postagem original em: TecMundo

Compartilhe