Tribunal da Espanha decide que pagamento de dívida pode ser feito com sexo oral

O Tribunal Constitucional da Espanha decidiu nesta semana que o pagamento de uma dívida pode ser feito em troca de sexo oral. O caso analisado foi a condenação de uma mulher que fez empréstimo de 15 mil euros com o ex-cunhado e pagou com a relação sexual. A decisão foi contra a condenação da mulher e, de acordo com o Tribunal, a relação foi livre entre os dois e parou quando deixou de haver consentimento. O ex-cunhado negou que os favores sexuais tenham sido acordados com antecedência. A ministra da igualdade, Irene Montero, foi contra a decisão e disse que o caso é um abuso. “Uma mulher desesperada pede ajuda ao cunhado. Para dar o dinheiro, ele a obriga a praticar sexo oral. Quando não aguenta mais, ele ameaça com processos contra ela e sua filha”, disse a ministra.


Fonte: Jovem Pan