Trabalhador poderá comprar ações da Eletrobras com FGTS

Da mesma forma como ocorreu há mais de 20 anos com as ações da Petrobras, agora os trabalhadores com Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) podem usar o valor para investir na Eletrobras. A Caixa Econômica Federal informou que os recursos poderão ser investidos na estatal, que será privatizada. As reservas podem ser feitas entre os dias 3 e 8 de junho. O valor mínimo para aplicação será de R$ 200 e vai até 50% do saldo disponível. O saldo do FGTS pode ser consultado pelo próprio aplicativo ou então a pessoa pode ir até uma agência da Caixa.

Segundo Denis Betina, economista da Faculdade do Comércio, com uma gestão de iniciativa privada, a valorização das ações pode ocorrer a longo prazo. “Com a possibilidade de privatização, a expectativa é de que haja uma melhora na gestão da empresa, haja mais investimento e, consequentemente, isso se valorize no longo prazo. Lembrando que investimento em ações sempre existe a oscilação em curto e longo prazo, por isso quando você tem uma perspectiva de longo prazo, a perspectiva de rentabilidade é muito melhor do que se você precisar sacar a curto prazo, pode ser que não não esteja em um bom momento”, comenta.

Betina também destaca outras estatais que foram privatizadas e geraram lucro aos investidores. “Existem vários casos. Por exemplo, no passado, a Vale, uma empresa que foi privatizada e a rentabilidade da empresa cresceu muito; temos exemplo também da Embraer, que era uma empresa que estava com dificuldades financeiras, privatizada se tornou uma referência mundial em empresa de aviação; as empresas de telefonia, algumas siderúrgicas que também foram foram privatizadas. Normalmente, a privatização se mostra um bom negócio para investidor, porque a empresa começa a ser administrada mais profissionalmente, com menos interesses políticos, e isso gera resultados para o investidor”, diz.

*Com informações do repórter Victor Moraes


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe