Tiago Leifert ‘requenta’ polêmica com Ícaro Silva e dispara: ‘Covardia o que fizeram comigo’

Alguns dias depois da polêmica com o ator Ícaro Silva sobre o Big Brother Brasil 2022, o ex-apresentador Tiago Leifert voltou às redes sociais para explicar seu ponto de vista e ‘responder’ uma carta que o ator publicou na semana passada. Em um vídeo de oito minutos postado no Instagram, Tiago admite que perdeu o timing do assunto, mas que queria se esclarecer e precisou de alguns dias para ‘esfriar’ a cabeça. “Eu achei que tinha escrito uma coisa óbvia e uma constatação sobre como as coisas funcionam. Mas o que eu disse foi jogado pra um lugar que não é meu, catapultado para lugares que eu desconheço porque não foi o que eu falei. Eu fui atacado por causa da minha religião, por causa da minha família, e não fiz isso em nenhum momento. Eu não ataquei a família de ninguém, não ataquei a índole de ninguém”, disse Leifert, que foi acusado de racismo pela forma como respondeu Ícaro.

“Na última parte de uma carta que direcionaram a mim tripudiam sobre um momento que eu estou passando que nem estou preparado para falar. E aquilo me tirou de giro de um jeito que achei que não fosse possível. Eu lamento muito que o que eu fiz, defender meus colegas e meu trabalho, foi usado para machucar outras pessoas, que não foi a minha intenção. Isso não é um pedido de desculpas, eu só lamento e fico triste”, completou. No texto do ator, ele cita “questões pessoais” que o apresentador está passando. Tiago voltou a dizer que o BBB ‘paga o salário’ de outros funcionários da TV Globo, assim como o trabalho de outros paga quem está no programa. Para reforçar a importante do reality, ele citou que a edição de 2020 ajudou muitas pessoas no começo da pandemia.

“Eu ia trabalhar com medo porque minha mulher estava grávida, teve gente que perdeu familiares e amigos, mas estava lá. É de uma maldade impressionante. Eu não preciso me defender de nada, eu só vim esclarecer o que eu falei e qual é o cerne dessa questão que é sobre ingratidão e hipocrisia e sobre desrespeitar o trabalho das pessoas”, disse. “Covardia é o que fizeram comigo nos últimos dias. Queria agradecer as pessoas que me defenderam, e terminar dizendo que não trabalho mais na Globo, dia 23 de dezembro foi meu último dia. Mas mesmo assim, queria dizer para a equipe do Big Brother, que mudou minha vida, e o público que me acolheu, que eu faria qualquer coisa por vocês”, completou.


Fonte: Jovem Pan