Sócio do Crystal Palace assina pré-contrato para compra da SAF do Botafogo

O Botafogo assinou, nesta sexta-feira, 24, um pré-contrato ao empresário americano John Textor a prioridade na compra da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do clube. Na prática, o clube carioca segue o mesmo caminho do Cruzeiro, que vendeu 90% de suas ações a Ronaldo, ex-jogador da seleção brasileira. Em nota publicada nas redes sociais, a direção da equipe do Rio de Janeiro celebrou o acerto. Textor, que deve fazer um aporte superior aos R$ 400 milhões, é conhecido no meio do futebol por ser dono de 18% das ações do Crystal Palace, time da primeira divisão do Campeonato Inglês.

“O Botafogo informa o recebimento e a devolutiva de uma oferta não vinculante da Eagle Holding, fundo americano liderado por John Textor e com investimentos em clubes pelo mundo, visando a constituição de uma nova estrutura societária através de uma Sociedade Anônima do Futebol (SAF). Foi aceita a contraproposta apresentada pelo Clube e, como próximos passos, serão realizados os trâmites jurídicos e legais necessários antes da formalização da nova parceria”, diz o clube. O presidente do Botafogo, Durcesio Mello, também celebrou o avanço nas negociações.

“É com grande satisfação que anunciamos esse marco histórico no Botafogo. Um clube da nossa grandeza terá um parceiro de altíssimo nível para investir e criar as condições que nos possibilitem retomar o protagonismo no futebol brasileiro e mundial. Agora, iniciamos uma segunda etapa do processo, igualmente importante, antes de formalização da nova constituição jurídica. Agradeço a todos que se empenharam, de forma executiva e profissional, para esse momento. O torcedor alvinegro, que por anos esteve ao nosso lado mesmo em períodos de grandes dificuldades, está de parabéns pelo apoio incondicional e por acreditar no profissionalismo da gestão”, destacou Durcesio.

O CEO do Botafogo, Jorge Braga, também se manifestou. “Foram nove meses de muito trabalho sério e profissional para chegar ao fim de 2021 com o Botafogo na Série A e agora com um investidor na SAF. Estou muito feliz por poder contribuir com o Glorioso. Feliz natal e saudações alvinegras”, afirmou. Antes do anúncio oficial, o sócio da XP Investimentos, Pedro Mesquita Prado, antecipou o acerto entre John Textor e o clube carioca. “Gostaria de parabenizar o Botafogo pela assinatura de acordo com o grupo liderado pelo americano John Textor! Mais um clube que escolheu o caminho da profissionalização! Parabéns a todos os envolvidos!”, diz uma publicação feita em seu perfil oficial no Instagram.

No fim de outubro, o Botafogo contratou a XP Investimentos para “atrair investidores, com o objetivo de consolidar o projeto de transformação em clube-empresa”. “O Botafogo é hoje o produto de investimento do futebol mais interessante no país. E a vinda da XP prova isso. Estamos um passo a frente das demais instituições esportivas, antes era no conceito e agora também com a execução desta gestão”, disse Jorge Braga à época. John Textor tentou comprar parte do Benfica, de Portugal, mas não obteve sucesso. E já demonstrou interesse no RWD Molenbeek, da segunda divisão da Bélgica.

O empresário americano é programador de origem e costuma fazer negócios ligados às mídias. Ele é dono de uma companhia especializada em efeitos especiais e fundou a fuboTV, especializada em streaming nos EUA. Quando abriu suas ações na Bolsa de Nova York, a empresa foi avaliada em US$ 8 bilhões (cerca de R$ 45 bilhões), em outubro de 2020.

*Com informações do Estadão Conteúdo


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe