Sérgio Hondjakoff é transferido de clínica de reabilitação após processo de desintoxicação

O ator Sérgio Hondjakoff não está mais internado no Instituto de Dependência Química de Sorocaba (SP). Ele foi transferido da instituição na última quarta-feira, 6, com o suporte de Rafael Ilha, ex-integrante do grupo Polegar. A informação foi confirmada à Jovem Pan por Pedro Geraldo da Silva, que atua na administração do instituto. Em contato telefônico, ele informou que Sérgio foi internado no local para sua desintoxicação e, agora que esse primeiro processo foi concluído, Rafael decidiu transferir Sérgio de clínica. Pedro disse que o motivo da transferência é algo que diz respeito a família do ator e, por isso, não poderia passar informações. Procurado pela Jovem Pan, o ex-Polegar disse que o ator foi transferido para São Paulo “devido a necessidades médicas especiais”, sem especificar quais. Sérgio estava internado em Sorocaba desde o dia 11 de junho para realizar um tratamento contra a dependência química. A entrada na clínica de reabilitação foi voluntária. 

O caso de Sérgio, que ficou conhecido por viver o personagem Cabeção em “Malhação”, repercutiu após ele aparecer alterado em uma live do Instagram, na qual ameaçou matar seu pai. “Fala, galera, beleza? Eu estou aqui pancadão e todo mundo me foden**. Estou pedindo mil reais para o meu pai para ir para São Paulo, mas ele não quer me dar. Eles querem que eu seja internado contra a minha vontade porque eu dei uns ‘tequinhos’ [gíria usada para carreiras de cocaína] e fico ‘muito louco’”, disse o artista na ocasião. Com um bastão na mão, ele continuou: “Pai, se você não me der mil reais, eu vou ser obrigado a te matar. Você prefere me dar mil reais ou que eu te mate? Você é obrigado a me dar mil reais”. Na transmissão ao vivo, o ator também criticou sua mãe, falou que não queria ser internado e que tinha ganhado muito dinheiro, mas não podia administrar “para não fazer merda”.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe