Segurança da Informação: o que é e por que é tão importante

Desde a popularização da internet, a segurança da informação é vital para proteger dados e informações sigilosas que circulam por toda a rede online. Graças a ela, podemos realizar compras online, movimentações bancárias, e uma série de atividades com segurança, usando apenas o PC ou o smartphone.

Entretanto, da mesma forma que a tecnologia evolui a cada dia para proteger esses dados, do outro lado, há criminosos virtuais que vivem de explorar brechas de softwares e sistemas operacionais para cometerem crimes como o ransomware. Com isso, há uma batalha diária em que a segurança se torna cada vez mais fundamental na rede online.

O ransomware vem se tornando o crime virtual mais comum a atingir as empresas em todo o mundo.Fonte:  Shutterstock 

Hoje o TecMundo explica melhor o tema, além de mostrar como você pode seguir carreira em uma das áreas mais importantes do mercado. Confira:

O que é Segurança da Informação

Como o próprio nome sugere, a segurança da informação é responsável por proteger dados e informações sigilosas sobre pessoas e empresas na internet. É com ela que são criadas regras, mecanismos, e metodologias que visam dar segurança no tráfego de dados entre, por exemplo, uma empresa e um cliente, ou um software e um usuário.

Toda grande empresa tem em seu setor de Tecnologia da Informação (TI) uma área destinada à segurança dos dados. É ela quem cria protocolos para evitar desde acessos indevidos a informações sigilosas, até o bloqueio interno de sites e aplicativos para que seus funcionários não comprometam a rede corporativa.

Toda grande empresa possui em seu setor de TI uma área dedicada à segurança de dadosToda grande empresa tem em seu setor de TI uma área dedicada à segurança de dados.Fonte:  Shutterstock 

O setor também é um dos que mais vivem em constante evolução. A cada dia, novas tecnologias são criadas e implementadas visando dar mais segurança a operações como compras online e movimentações financeiras. Dado que criminosos vivem de explorar brechas para realizar uma série de crimes virtuais, desde o roubo de informações sigilosas, como dados pessoais, bancários e até mesmo o controle total e remoto de um computador.

Para completar, hoje também é preciso dar conta de um crime que vem se tornando cada vez mais frequente, e que já afetou grandes empresas e instituições: o ransomware. Ele consiste no sequestro de informações do banco de dados de um estabelecimento, exigindo um valor para a liberação, que é pago em criptomoedas, justamente para dificultar o rastreamento de quem cometeu o crime.

O sequestro de informações, chamado de ransomware, vem se tornando o crime cibernético mais comumO sequestro de informações, chamado de ransomware, vem se tornando o crime cibernético mais comum.Fonte:  Shutterstock 

No Brasil, o ransomware foi o ataque criminoso em empresas mais comum em 2021. E esse tipo de crime não acontece apenas no País. Em Cuba, por exemplo, uma gangue de cibercriminosos conseguiu extorquir mais de R$ 250 milhões com ataques a setor financeiro, de saúde, de manufatura e de TI.

A importância da Segurança da Informação no dia a dia

Embora o conceito possa parecer algo mais atrelado a empresas e organizações, a Segurança da Informação também é necessária por parte do usuário. Em outras palavras, por mais que lojas, sites e empresas tenham um protocolo rígido para a proteção dos seus dados, você também precisa tomar muito cuidado na forma como os expõem no dia a dia.

O usuário também precisa estar atento á práticas comuns que podem facilitar cibercriminososO usuário também precisa estar atento a práticas comuns que podem facilitar cibercriminosos.Fonte:  Shutterstock 

Desde manter um antivírus atualizado no seu PC e celular, até evitar o acesso a sites desconhecidos e sem certificado de segurança, é preciso estar atento ao que é repassado diariamente. Portanto, evite cometer erros comuns que podem facilitar a vida de criminosos como:

  • tirar fotos de documentos, cartões de crédito e compartilhar em aplicativos de mensagens ou deixá-los na galeria do seu celular;
  • evitar expor dados como seu CPF, telefone, e-mail para desconhecidos (como em brincadeiras para “receber um PIX”);
  • não instalar softwares desconhecidos e fora das lojas oficiais, como App Store ou Play Store.

Como seguir uma carreira na área de Segurança da Informação

Para quem deseja seguir carreira em um dos mercados mais promissores, primeiro é recomendado ingressar em uma faculdade de Informática ou Ciência da Computação. Em seguida, há uma série de cursos de pós-graduação e MBA voltados especificamente para a área de Segurança da Informação.

Entretanto, é recomendado que os profissionais da área realizem cursos específicos de segurança. Muitos deles têm certificados que são altamente exigidos em grandes empresas para atuar em seus setores de TI, além de serem mais objetivos e diretos em conceitos que serão utilizados no dia a dia.

O profissional que atua com segurança de dados é um dos mais valorizados do mercadoO profissional que atua com segurança de dados é um dos mais valorizados do mercado.Fonte:  Shutterstock 

Agora que você já conhece a área, e os riscos que os profissionais que trabalham com Segurança da Informação precisam lidar diariamente, talvez seja a hora de rever algumas práticas que facilitam a vida de criminosos virtuais, e ficar mais atento na proteção de seus dados.

E se você ficou interessado em seguir carreira atuando no setor, saiba que ele é um dos mais valorizados do mercado. Porém, é necessário muito conhecimento por parte do profissional, já que é uma área que vive em constante evolução.

E você, ficou com alguma dúvida? Conte para a gente aqui nos comentários.

Veja a postagem original em: TecMundo