Rússia anuncia saída da Estação Espacial Internacional após 2024

De acordo com um comunicado do governo russo, o chefe da agência espacial russa Roscomos, Yuri Borisov, se reuniu com o presidente Vladimir Putin para decidir o futuro de sua parceria espacial internacional. Na terça-feira (26), Borisov revelou que a Rússia vai se retirar da Estação Espacial Internacional (ISS) após 2024.

A Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço dos Estados Unidos (NASA) estava contando que a Rússia continuaria ajudando a manter a estação funcionando até 2030. Segundo alguns especialistas, seria extremamente complicado manter a ISS funcionando sem a ajuda do governo e dos astronautas russos.

Yuri Borisov foi nomeado este em julho de 2022 para liderar a agência Roscosmos.Fonte:  Shutterstock 

“A decisão de deixar a estação após 2024 foi tomada. Acho que nessa época começaremos a formar uma estação orbital russa”, disse Borisov.

Fim da parceria

Vale destacar que, há poucos dias, as agências espaciais norte-americana e russa assinaram um acordo para compartilhar alguns voos rumo à Estação Internacional Espacial — a parceria permitirá que dois astronautas russos realizem viagens a bordo do transporte espacial da NASA.

Atualmente, a ISS é administrada em parceria com a Rússia, Estados Unidos, Europa, Japão e Canadá. A estação já é habitada continuamente há quase 22 anos, pouco depois que começou a ser construída em 1998, e é usada para a realização de diversos tipos de pesquisas científicas.

Veja a postagem original em: TecMundo

Compartilhe