Rússia acusa YouTube de bloquear conta do Parlamento do país

Autoridades da Rússia acusaram neste sábado, 9, a plataforma YouTube, que pertence à gigante de tecnologia americana Google, de ter bloqueado o canal do parlamento russo e ameaçaram com represálias. O presidente da Câmara baixa do Parlamento, Viacheslav Volodin, afirmou que o canal no YouTube “Duma-TV” tinha sido bloqueado e denunciou que com esta medida os Estados Unidos violaram “os direitos dos russos”. “Os Estados Unidos querem ter o monopólio da difusão da informação. Não podemos permitir”, declarou no Telegram.

De acordo com autoridades russas, o canal “Duma-TV” tem mais de 145 mil seguidores no YouTube e divulga trechos de debates parlamentares, entrevistas com deputados russos e transmissões ao vivo. “Tudo parece indicar que o YouTube assinou sua própria condenação”, reagiu a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova, no Telegram. O regulador russo de telecomunicações, Roskomnadzor, pediu ao Google que restabeleça “imediatamente” a conta “Duma-TV”. Nas últimas semanas, em pleno conflito na Ucrânia, as autoridades russas acusaram em várias ocasiões o YouTube de bloquear contas de veículos de comunicação e autoridades russas.

*Com informações da AFP


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe