Repórter da Globo mostra cicatrizes após ser esfaqueado: ‘Olho para mim e vejo a violência’

Gabriel Luiz, repórter da TV Globo em Brasília, postou uma foto na praia ao lado do namorado, Lucas Machado, deixando em evidência as cicatrizes que ficaram no seu corpo após ser esfaqueado em uma tentativa de tentativa de latrocínio, que é o roubo seguido de morte.Meu corpo carrega marcas – visíveis e invisíveis – do que fizeram comigo. Mesmo convivendo em paz com elas, olho para mim e vejo a violência do que foi e o susto do que poderia ter sido. As cicatrizes, principalmente as mais internas, são um lembrete diário. De esperança, muita gratidão e vida, mas também de indignação, de algo que nunca vai ser normal aceitar e que não deixa de doer. Eu vivo as consequências da inconsequência dos outros”, escreveu o jornalista na legenda da publicação.

O jornalista acrescentou que mesmo deixando traumas, essa experiência também o mostrou que ele não está sozinho. “Pode parecer contraditório, mas depois disso eu precisei confiar ainda mais nos outros. Sei da minha força, mas é nos outros que encontrei o abraço para me proteger, o apoio para me levantar. Aprendi que não estou sozinho. Nunca foi só eu comigo mesmo”, comentou. O crime contra o repórter aconteceu em abril deste ano. Gabriel estava em um estacionamento próximo ao bairro em que mora, em Brasília, quando foi surpreendido por dois homens e atingido a facadas no pescoço, tórax, braços, mãos e pernas. Ele precisou passar por cirurgias e ficou 23 dias internado. 


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe