Quantos biomas existem no Brasil e quais suas características

Você consegue afirmar em qual bioma você vive? Na escola, todos os alunos devem aprender quais são os seis biomas brasileiros, mas será que você se lembra quais são eles? Anos depois das aulas de ciência e geografia, pode ser que você tenha esquecido de algum – ou de vários!

Antes de continuarmos, no entanto, é importante definirmos o que exatamente é um bioma: são ambientes que abrigam diferentes tipos de vegetação e de fauna. No Brasil, temos seis deles: Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal.

Confira a seguir a composição de cada bioma e suas características.

Amazônia

 Jake Heckey/Pixabay. 

A Amazônia é o maior bioma do Brasil e ocupa cerca de 49% do território do país. Ela abriga mais de 2.500 espécies de árvores e 30 mil espécies de plantas. Sua bacia hidrográfica é a maior mundo, cobrindo aproximadamente 6 milhões de quilômetros quadrados, com 1.100 afluentes.

20% da disponibilidade mundial de água fica na Amazônia. O principal rio da região é o Amazonas, que deságua no Oceano Atlântico, lançando aproximadamente 175 milhões de litros de água por segundo no mar.

Como a floresta vive a partir de seu próprio material orgânico, seu equilíbrio é delicado e extremamente sensível a qualquer interferência. Assim, os danos causados pelo homem nesse bioma são muitas vezes irreversíveis.

Caatinga

a jcfotografo/Pixabay. 

A caatinga ocupa o equivalente a 11% do território brasileiro. Engloba 70% da Região Nordeste e engloba os estados Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Sergipe e o norte de Minas Gerais. Da área original do bioma, aproximadamente 36% já foi alterado pelo homem.

Na região vivem 27 de milhões de pessoas. Rico em biodiversidade, abriga 178 espécies de mamíferos, 591 de aves, 177 de répteis, 79 de anfíbios, 241 de peixes e 221 de abelhas.

Embora esteja localizado em uma área de clima semiárido, o bioma apresenta grande variedade de paisagens, relativa riqueza biológica e tem espécies que só ocorrem em seu território.

Cerrado

a Rosario Xavier/Pixabay. 

O Cerrado ocorre principalmente no Planalto Central Brasileiro e ocupa cerca de 22% do território nacional. Esse bioma detém 5% da biodiversidade do Planeta e é reconhecido como a savana mais rica do mundo.

A região conta com 11.627 espécies de plantas nativas, 199 espécies de mamíferos e 837 espécies de aves. Abriga ainda 1.200 espécies de peixes, 180 espécies de répteis e 150 espécies de anfíbios.

Até a década de 1950, o Cerrado ficou quase inalterado, mas com a transferência da capital federal para Brasília, na década de 1960, a cobertura vegetal natural foi gradualmente substituída por pecuária e agricultura intensiva.

Mata Atlântica

b Iva Castro/Pixabay. 

O bioma Mata Atlântica ocupa aproximadamente 15% do território nacional e fica na região litorânea, que é ocupada por mais de 50% da população brasileira, um dos motivos pelos quais apenas 27% de sua cobertura ­florestal original foi preservada.

É uma das regiões mais ricas do mundo em biodiversidade e estima-se que abrigue cerca de 20 mil espécies vegetais, 850 espécies de aves, 370 de anfíbios, 200 de répteis, 270 de mamíferos e 350 de peixes.

É composta por formações florestais nativas (florestas Ombrófila Densa; Ombrófila Mista – Mata de Araucárias; Ombrófila Aberta; Estacional Semidecidual e Estacional Decidual) e ecossistemas associados (manguezais, vegetações de restingas, campos de altitude, brejos interioranos e encraves florestais do Nordeste).

Pampa

a lin2015/Pixabay. 

Este bioma ocupa cerca de 2% do território brasileiro e está restrito ao estado do Rio Grande do Sul. Nele, a atividade humana uniformizou a cobertura vegetal, que atualmente é usada basicamente como pastagem natural, ou ocupada com atividades agrícolas como o cultivo do arroz. Fica nele a maior parte do aquífero Guarani.

O bioma possui cerca de 3.000 espécies de plantas, quase 500 de aves e mais de 100 de mamíferos terrestres, incluindo o veado-campeiro.

Pantanal

a Jose Sabino/Pixabay. 

Retratado até em novela, esse bioma é considerado uma das maiores extensões úmidas contínuas do planeta e ocupa 1,76% da área total do território brasileiro. Apesar da ação do homem, mantêm cerca de 83% de sua cobertura vegetal nativa.

Abriga 263 espécies de peixes, 41 de anfíbios, 113 de répteis, 463 de aves e 132 de mamíferos. Quase duas mil espécies de plantas já foram identificadas no Pantanal e classificadas de acordo com seu potencial — como o medicinal.

A conservação da vegetação dos biomas é essencial para sua existência e para a continuidade dos habitats das espécies que vivem neles e para a manutenção dos serviços ambientais que nos proporcionam — como sequestro de carbono — e dos bens essenciais à sobrevivência humana — como água e oxigênio.

Para que siga havendo vida nos biomas, são necessárias políticas públicas ambientais, identificação de oportunidades de conservação e uso sustentável dos benefícios da biodiversidade.

E agora, você consegue responder com certeza a qual bioma pertence a região em que vive?

Veja a postagem original em: TecMundo

Compartilhe