PSDB adia decisão sobre apoio a Simone Tebet para o próximo dia 9

A Executiva do PSDB vai se reunir na quinta-feira, 9, para decidir se vai apoiar Simone Tebet (MDB) ou lançará um candidato próprio à Presidência da República. O partido também informou que 8 de junho é o prazo final para definição das alianças regionais. A reunião estava marcada para esta quinta-feira, 2, mas foi adiada novamente. O partido tucano negociou com MDB e Cidadania a definição de uma candidatura única ao Palácio do Planalto. O ex-governador João Doria (PSDB) abriu mão da disputa após pressão interna da sigla, que avaliou que Tebet seria o melhor nome para concorrer nas eleições. A expectativa é de que o PSDB agora escolhesse a vice da chapa, mas uma ala do partido ainda defende o lançamento de uma candidatura própria.

Como a Jovem Pan mostrou, o presidente do PSDB, Bruno Araújo, definiu algumas condições em troca do apoio a Tebet. O partido quer que o MDB apoie os candidatos tucanos aos governos do Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Pernambuco. Ambas as siglas já têm postulantes nesses Estados. No Mato Grosso do Sul, disputam Eduardo Riedel (PSDB) e André Pucinelli (MDB). O mesmo impasse ocorre em Pernambuco, onde o PSDB quer emplacar Raquel Lyra, ex-prefeita de Caruara. O MDB, no entanto, já selou o apoio ao deputado federal Danilo Cabral, do PSB. Já no Rio Grande do Sul, os tucanos ofereceram a vice na chapa de Eduardo Leite, mas Gabriel Souza (MDB) já está na disputa.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe