Primeiro-ministro do Reino Unido é proibido de entrar na Rússia

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia proibiu o primeiro-ministro do Reino UnidoBoris Johnson, e outros 10 altos ministros de entrar no país por causa da “ação hostil” do governo britânico contra Moscou após o início da guerra na Ucrânia. A ação foi executada neste sábado, 16. Em 9 de abril, Johnson chegou a visitar a capital ucraniana, Kiev, de surpresa, em forma de demonstração de apoio. Além disso, os britânicos estão mobilizados desde o início do conflito no leste europeu, pela diplomacia, aplicação de sanções à Rússia e pelo envio de equipamentos e armas à Ucrânia.

A justificativa pela proibição foi “em vista da ação hostil sem precedentes do governo britânico, em particular a imposição de sanções contra altos funcionários russos”, disse o ministério em comunicado, acrescentando que expandirá a lista em breve. Até o momento, além do primeiro-ministro do Reino Unido, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia também proibiu a entrada da secretária de Relações Exteriores Liz Truss, do secretário de Defesa Ben Wallace, do primeiro-ministro da Escócia, Nicola Sturgeon, e de outros funcionários do governo britânico, segundo relatório da agência.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe