Prefeito de SP diz que show de Daniela Mercury em ato pró-Lula foi liberado por emenda parlamentar

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), esclareceu que os R$ 100 mil pagos pelo show de Daniela Mercury no ato pró-Lula no último domingo, 1º, foram liberados por emenda parlamentar. Em entrevista ao programa Headline News, da Jovem Pan, o emedebista afirmou que o valor foi solicitado por um vereador para custear o evento em homenagem ao Dia do Trabalhador. “O vereador faz a solicitação da emenda para várias atividades. Nesse caso em específico, fez uma solicitação de emenda para a festa do trabalhador. Evidentemente que a prefeitura não vai negar uma solicitação de emenda para a festa do trabalhador. E não foi só essa na cidade, teve festa do trabalhador em várias regiões, teve no Grajaú, em outros locais”, disse. O extrato do contrato do valor pago pela prefeitura foi publicado em edição do Diário Oficial do Município desta terça-feira, 3. O show ocorreu na praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu. Lula discursou durante o ato e Daniela Mercury manifestou apoio ao petista. 

Nunes ressaltou que a verba foi liberada para ato em homenagem ao trabalhador, mas que a prefeitura não tinha conhecimento sobre o que aconteceria na comemoração. Ele disse ainda que não poderia haver propaganda político-partidária em um evento pago com dinheiro público. “Se no evento houve algum comportamento que não condizia com o objetivo daquela atividade, de fazer uma homenagem ao trabalhador, de ser aberto para todos, evidentemente a Secretaria de Cultura vai poder fazer a verificação e tomar as atitudes necessárias. Mas muito claro, não foi um evento para partido A ou partido B, mas para comemorar o Dia Nacional do Trabalhador”, afirmou. “Não pode acontecer o uso do recurso público para qualquer atividade que seja político partidária”, acrescentou. Se for encontrada alguma irregularidade, Nunes assegurou que a prefeitura vai seguir qualquer decisão determinada pelos órgãos de controle. 

 


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe