Pelo menos 11 pessoas morrem e oito ficam feridas em bombardeio russo em Lviv

Ao menos 11 pessoas morreram, sendo uma criança, e oito ficaram feridas nesta segunda-feira, 18, em ataques russos com mísseis em Lviv, grande cidade do oeste da Ucrânia, informaram as autoridades locais. Segundo o governador Maksym Kozitsky, os bombardeios atingiram infraestruturas militares e um depósito de pneus, o que provocou incêndios. A cidade é um é um dos polos mais importantes do país e foi escolhida por muitas das pessoas e embaixadas para se tornar nova habitação após a guerra contra a Rússia ter início, em 24 de fevereiro. Muitos refugiados, antes de saírem do país, também passam pela cidade, usando-a de base.

O prefeito da cidade, Andriy Sadovy, confirmou os ataques e anunciou que as equipes de emergência seguiram para as áreas atingidas. A empresa de ferrovias ucraniana informou no Telegram que “vários mísseis caíram perto das instalações ferroviárias”, sem provocar vítimas e sem prejudicar o tráfego. O presidente do conselho de administração da empresa, Alexander Kamychin, disse que as infraestruturas atingidas serão reparadas e que “a ferrovia continua operacional”. “Cinco ataques potentes com mísseis de uma só vez contra a infraestrutura civil da antiga cidade europeia de Lviv”, escreveu no Twitter Mikhailo Podolyak, conselheiro do presidente Volodymyr Zelensky e membro da equipe de negociação de paz. “Os russos continuam atacando de forma bárbara cidades ucranianas, declarando de maneira cínica ao mundo ‘seu direito’ a… matar os ucranianos”, disse Podolyak.

Por ficar no extremo-oeste da Ucrânia, próximo da fronteira com a Polônia e estando longe da linha de frente, Lviv sofreu poucos ataques desde o início da invasão russa. Porém, em 26 de março, a cidade sofreu uma série de ataques, incluindo dois que deixaram cinco feridos e atingiram um depósito de combustíveis. Uma fábrica de reparo de aviões, próxima do aeroporto, também foi destruída em 18 de março. No dia 13 do mesmo mês, ao menos 35 pessoas morreram e 134 ficaram feridas em um ataque russo contra uma importante base militar que ficava a 40 quilômetros de Lviv, segundo a AFP.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe