Papa Francisco pede paz em mensagem de Ano Novo e condena violência contra a mulher

Em sua tradicional mensagem de Ano Novo, o Papa Francisco aconselhou o mundo a “arregaçar as mangas” pela paz e pediu aos fiéis que sejam positivos e trabalhem para construir uma sociedade melhor. No 55º Dia Mundial da Paz, o pontífice dedicou seu discurso para encorajar o fim da violência e disse à multidão reunida na Praça de São Pedro no sábado, 1, para manter a paz em seus pensamentos. “Vamos voltar para casa pensando em paz, paz, paz. Precisamos de paz”, enfatizou o religioso após a oração do Angelus. Sob um céu ensolarado, Francisco lembrou aos fiéis que a paz exige “gestos concretos”, como perdoar os outros e promover a justiça.

Mais cedo, durante a missa na Basílica de São Pedro em homenagem à Virgem Maria, Francisco fez uma homilia na qual chamou a violência contra as mulheres um insulto a Deus. “Quanta violência existe contra a mulher! Chega! Machucar uma mulher é ultrajar a Deus, que tirou a humanidade de uma mulher”, disse. Francisco dedicou a sua homilia às mulheres e mães, e disse que são elas que “conseguem manter juntos o sonho e o concreto, evitando desvios do pragmatismo asséptico e da abstração”. As mães, continuou, “sabem como manter unidos os fios da vida” e, portanto, são essenciais no mundo de hoje, pois são “capazes de tecer fios de comunhão, que se contrapõem aos arames farpados das divisões, que são tantos”.

*Com informações do Estadão Conteúdo.


Fonte: Jovem Pan