Ômicron: SP tem três casos confirmados da nova variante do coronavírus

Um homem de 29 anos, que chegou da Etiópia, foi confirmado nesta quarta-feira (1º) como o terceiro caso da variante ômicron no Brasil. O material colhido no próprio Aeroporto de Guarulhos, pelo laboratório CR Diagnósticos, revelou a infecção, embora o paciente, que já tomou as duas doses da vacina da Pfizer, não apresentasse sintomas.

Apesar de o sequenciamento genético da amostra ter confirmado a variante ômicron apenas nesta quarta-feira, o paciente se encontra em isolamento domiciliar desde o dia do desembarque. A sua rotina está sendo acompanhada pela vigilância do município de Guarulhos, cidade em que reside. Até agora, o paciente passa bem.

O Instituto Adolfo Lutz confirmou os três primeiros casos da variante Ômicron no Brasil. (Fonte: Governo de São Paulo/Reprodução.)Fonte:  Governo de São Paulo 

Os dois primeiros casos

O laboratório de análises paulista também confirmou os dois primeiros casos da ômicron detectados por um sequenciamento genético realizado pelo laboratório do Hospital Israelita Albert Einstein. Os pacientes são um homem de 41 anos e uma mulher de 37, ambos provenientes da África do Sul, e estavam imunizados com a vacina da Janssen. Depois de desembarcar em São Paulo e fazer os exames na terça-feira (23), eles retornaram ao país de origem no dia 25.

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo esclareceu que mantém o monitoramento do cenário epidemiológico em todo o estado. O órgão também acompanha a classificação das variantes, bem como as investigações em tempo real. O secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, aproveitou o anúncio “para reforçar a importância da vacinação, principalmente [para] aquelas 3,9 milhões de pessoas que ainda não tomaram a sua segunda dose.”

Veja a postagem original em: TecMundo

Compartilhe