Nova espécie de planta gigante é descoberta em jardim de Londres

Uma equipe de especialistas em Ciência, Horticultura e Arte Botânica provou em um estudo publicado neste mês (4), na revista científica Frontiers in Plant Science, que o que se supunha ser uma vitória-régia (Victoria amazônica), cultivada há 177 anos no herbário do Royal Botanic Gardens, é na verdade uma nova espécie, batizada como Victoria boliviana.

Além de ser a primeira descoberta de um novo tipo de nenúfar (planta aquática) em mais de um século, a nova V. boliviana, com suas folhas de 3,2 metros nos Jardins La Rinconada, na Bolívia, tornou-se a maior planta da espécie no mundo.

Fonte: Kew Gardens/Instagram/Divuigação.Fonte:  Kew Gardens/Instagram 

Como foi descoberta a nova planta aquática?

Já suspeitando que poderia existir uma terceira espécie de Victoria, além da V. amazônica e da V. cruziana presentes no herbário real do distrito de Kew, no Reino Unido, o horticultor Carlos Magdalena cultivou sementes da suposta terceira espécie enviada por jardins botânicos da Bolívia.

Ao perceber diferenças na distribuição de espinhos e na forma das sementes, o especialista reuniu uma equipe de especialistas e, juntos, compilaram todo tipo de informações disponíveis sobre as plantas. Usando uma abordagem heurística, os pesquisadores identificaram novos caracteres morfológicos que permitiram distinguir a nova espécie e comprovar suas delimitações com as outras duas.

ARTIGO – Frontiers in Plant Science – DOI: 10.3389/fpls.2022.883151.

Veja a postagem original em: TecMundo

Compartilhe