‘Neymar envelheceu, engordou sem parar e não tem o estilo de vida adequado’, diz ex-PSG

Camisa 10 do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira, Neymar voltou a ser alvo de críticas na França. Nesta terça-feira, 4, o ex-jogador do clube parisiense, Jérôme Rothen, detonou o craque por ter retornado ao Brasil para comemorar as festas de fim de ano enquanto se recupera de uma lesão no tornozelo esquerdo. “Ele é menos eficiente, envelhece, engorda sem parar e não tem o estilo de vida adequado. Quando alguém chega aos 30 anos, a recuperação não vai tão bem como nos 25 e qualquer besteira põe tudo em risco”, criticou o antigo meio-campista, em declaração ao site francês “RMC Sport”, questionando os privilégios do brasileiro de 29 anos.

Para embasar seus argumentos, Rothen também lembrou que Neymar esteve em campo em apenas 14 das 27 partidas que o PSG fez na atual temporada, algo que já aconteceu em anos anteriores. “Como podemos aceitar isso de um jogador que só jogou metade das partidas nesta temporada e que tem, na comparação com outros anos, uma proporção de gols e assistências menor? É inaceitável por parte do clube e eu culpo o diretor esportivo [Leonardo], pois foi ele quem permitiu a Neymar fazer o tratamento no Brasil. É incrível”, completou o francês, que passou pelo Paris Saint-Germain de 2004 a 2010 e venceu duas vezes a Copa da França, além de uma Copa da Liga Francesa. Além disso, ele atuou por Caen, Troyes, Bastia e Monaco, todos da França, Ankaragücü (Turquia) e Rangers (Escócia).


Fonte: Jovem Pan