Nadadora húngara revela abusos do pai treinador durante a infância

A nadadora húngara campeã olímpica, Liliana Szilágyi, revelou nesta quinta-feira, 30, que foi abusada pelo pai durante anos em sua infância. Aos 25 anos, a atleta foi às redes sociais contar sua história. A história chocou o país, já que Zoltan Szilágyi foi três vezes campeão olímpico de natação e é muito reconhecido na Hungria. “Tenho certeza de que vou me machucar com isso. Alguns vão acreditar em mim e outros não “, disse ela. “Depois de 25 anos estou pronta para expressar as palavras mais duras. Recebi abuso de meu pai. Sentimental, sexual. Desde a infância. Desfrutei de seu poder sobre mim, seja atenção, intimidação, amor ou sexual”, explicou. Zoltan treinou a filha até 2016, quando Liliana decidiu se afastar.

“Achava que tudo estava normal. Uma decepção ou um mau resultado. Eu era um fantoche perfeito”, completou. Liliana acredita que o pai irá entrar com processo e será a palavra dele contra a dela. “Não me importa o que venha agora. Não sou mais escrava, a sensação de liberdade é enorme. A violência não discrimina, você não está só, podemos mudar isso”, finaliza. Liliana é campeã olímpica dos Jogos da Juventude de 2014, em Nanquim, das provas de 100m e 200m borboleta. Em 2012 também venceu as mesmas provas no Campeonato Europeu Júnior, e esteve na Rio 2016.


Fonte: Jovem Pan