Moro minimiza vaias em viagem ao Nordeste

O pré-candidato à presidência da República Sergio Moro (Podemos) seguem a agenda pelo Nordeste. Nesta sexta-feira, 7, ele esteve em Pernambuco, um dia após ter sido hostilizado no Aeroporto Internacional Castro Pinto, em João Pessoa, na Paraíba. Ao desembarcar, ele ouviu gritos e xingamentos. Houve princípio de tumulto logo controlado pelas equipes de segurança. Em uma entrevista a uma rádio de Pernambuco, Moro minimizou os xingamentos e disse: “Uma ou duas pessoas foram pagas para isso”. Sergio Moro também salientou, que por onde passou, só recebeu afeto e carinho.

Quem acompanha Moro na viagem é a presidente nacional do partido Podemos, a deputada federal Renata Abreu, e também o deputado federal Julian Lemos (PSL-PB), ex-aliado de Bolsonaro. Em uma rede social, o ex-juiz da Lava Jato disse que, na última sexta-feira, há três propostas na mesa da pré-campanha presidencial: uma representada pelo grupo dele, que fará as reformas necessárias ao país; outra do governo Bolsonaro, que segundo Moro desistiu completamente de implementar reformas; e a terceira de Lula, do PT, que quer revogar as reformas já consolidadas.

*Com informações do repórter Maicon Mendes


Fonte: Jovem Pan