“2022 é um ano de escolhas”, disse Moro| Foto: Reprodução/Twitter

O ex-juiz Sergio Moro publicou nesta sexta-feira (31) vídeo em que diz que 2021 “foi o ano em que fiquei indignado”. “Pandemia, com tanta gente morrendo; desemprego, você com dificuldade para encontrar trabalho, para sustentar sua família, para viver com dignidade. Ano também que a gente está vendo essas enchentes agora na Bahia, com tanta gente desabrigada, tanta gente com dificuldade. Fila do osso, a fome voltou. Isso é algo intolerável, o Brasil é um dos grandes produtores de alimentos do mundo, não pode ter fila dos ossos”, disse.

“E o que a gente pode falar desses corruptos, dessas pessoas que roubaram o país sendo soltas, por decisões que a gente não consegue entender. Por que estão anulando decisões da Lava Jato? Pessoas até que confessaram seus crimes. A gente acaba achando que não tem justiça, que quem é poderoso e rico nunca fica na cadeia, nunca é preso. Esse não é o país que a gente quer”, disse, em seguida.

Pré-candidato à Presidência em 2022, Moro defendeu um país “da honestidade, da integridade, do crescimento”, de diminuição da desigualdade e da redução da pobreza, que tenha justiça e que a corrupção não fique impune. “2022 é um ano de escolhas, um ano em que vou estar aí com vocês. Vou estar discutindo esse país, eu vou estar apresentando propostas, oferecendo soluções”, afirmou depois, antes de desejar feliz ano novo.