Mês de agosto terá chuva de meteoros Perseidas; veja calendario astronômico

A exemplo dos meses anteriores, o céu do mês de agosto não vai deixar a desejar em termos de espetáculos astronômicos e, embora a incidência das chuvas de meteoros seja mais comum nessa época do ano, diversos eventos celestes empolgantes são esperados para todas as semanas do mês, oferecendo oportunidades únicas de observação do céu noturno!

Os destaques astronômicos de agosto são a terceira e última superlua do ano e a famosa chuva de meteoros Perseidas!

Se, por alguma razão qualquer, você perdeu as duas superluas do ano, ocorridas nos meses de junho e julho, essa será sua última chance de reparar-se! No dia 11 de agosto, A Lua estará localizada no lado oposto da Terra em relação ao Sol e sua face estará totalmente iluminada. Porém, ela ainda estará bem perto de sua aproximação máxima da Terra e irá aparecer um pouco maior e mais brilhante do que o normal, tornando sua fase de Lua Cheia ainda mais espetacular.

Para além da superlua, certamente o evento celeste mais marcante e mais esperado do mês será o pico da chuva de meteoros mais querida dos astrônomos amadores: as Perseidas! Isso porque a chuva de meteoros Perseidas são uma das melhores de sua categoria para serem observadas, produzindo até 60 meteoros por hora em seu pico!

Chuva de meteoros PerseidasFonte:  Dneutral Han/Space.com 

Essa chuva de meteoros é produzida pelo cometa Swift-Tuttle, descoberto em 1862 por astrônomos estadunidenses. Por produzirem muitos meteoros brilhantes, as Perseidas são comumente fáceis de serem observadas e a chuva ocorre anualmente entre os dias 17 de julho e 24 de agosto.

Contudo, devido à trajetória do cometa, a chuva de meteoros é mais facilmente visível do Hemisfério Norte do planeta e, no Brasil, ela está mais propensa a ser observada nas regiões Norte e Nordeste do país.

Este ano ela irá atingir seu pico na noite do dia 12 e nas primeiras horas da madrugada do dia 13 de agosto. Nessas noites, porém, a Lua quase cheia no céu irá dificultar a visibilidade do fenômeno, deixando apenas os meteoros mais brilhantes facilmente identificáveis, mas, ainda assim, é esperado um evento grandioso.  A melhor visualização será de um local escuro após a meia-noite e os meteoros irradiarão principalmente da constelação de Perseu, mas podendo ser vistos em qualquer lugar do céu.

Calendário dos principais eventos astronômicos do mês de agosto de 2022

01/08: Conjunção de Marte e Saturno

05/08: Lua em Quarto Crescente

11/08: Lua Cheia; Superlua

12 e 13/08: Máxima atividade da chuva de meteoros Perseidas

14/08: Saturno em oposição (visível do anoitecer ao amanhecer)

15/08: Conjunção entre Júpiter e Lua

18/08: Máxima atividade da chuva de meteoros kapa-Cignídeos

19/08: Lua em Quarto Minguante e conjunção entre Marte e Lua

25/08: Conjunção entre Vênus e Lua

27/08: Lua Nova

29/08: Conjunção entre Mercúrio e Lua

Céus limpos e boas observações!

Veja a postagem original em: TecMundo

Compartilhe