Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.| Foto: José Cruz/Agência Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) irá ao México no início de fevereiro a convite do presidente Andrés Manuel López Obrador. No encontro, o petista deve reforçar a defesa da integração da América Latina. “É uma pauta que o Brasil abandonou totalmente”, diz o ex-chanceler Celso Amorim. Em novembro, Lula viajou para a Europa e em dezembro foi à Argentina. No México, estão previstas reuniões com representantes do partido de Obrador e do Parlamento.

Amorim deverá acompanhar o ex-presidente na viagem. Entre os temas, Lula deve tratar do combate a desigualdades, urgência climática e crise do neoliberalismo, segundo o ex-chanceler. A agenda pode ser alterada devido ao avanço da variante ômicron. Nesta semana, o presidente mexicano anunciou que recebeu seu segundo diagnóstico positivo para a Covid-19, mas passa bem. A informação foi divulgada pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.