Lula presta solidariedade a Márcio França, alvo de operação da polícia por suposto esquema

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou as redes sociais na manhã desta quarta-feira, 5, para se posicionar sobre a operação que a Polícia Civil deflagrou hoje contra o ex-governador de São Paulo Márcio França (PSB), suspeito de envolvimento em suposto esquema de corrupção. “Nossa constituição é clara sobre a presunção de inocência. Que se investigue tudo, mas com direito de defesa e sem espetáculos midiáticos desnecessários contra adversários políticos em anos eleitorais. Minha solidariedade para Márcio França”, escreveu Lula no Twitter.

É possível que França se torne um aliado de Lula nas eleições de 2022. Em negociações intensas, há chances de que o também ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido) se filie ao PSB e integre a chapa de Lula na disputa pela presidência da República, como seu vice. Nesse caso, o PSB pede o apoio do petista aos candidatos ao governo de vários Estados, dentre eles França em São Paulo. O acordo entre PT e PSB vai além e, nos bastidores, se discute uma eventual formação de uma federação partidária entre PT, PSB e PCdoB, como forma de criar uma frente ampla de esquerda, que já conta com apoio da bancada psbista no Congresso Nacional. Recentemente, Lula fez o mesmo gesto, de se solidarizar nas redes sociais, para Ciro Gomes (PDT), seu desafeto político à esquerda, quando ele foi alvo de uma operação da Polícia Federal.


Fonte: Jovem Pan