Lira afirma que não indicou nem faz questão de indicar nomes para a Petrobras

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), negou nesta quarta, 6, que tenha indicado ou que irá indicar algum nome para a diretoria da Petrobras. Nos últimos dias, Lira demonstrou insatisfação com as razões citadas por Adriano Pires para recusar o convite para a presidência da empresa petrolífera, e sugeriu até revisar a Lei das Estatais, para alterar o ponto que trata de conflito de interesses nas nomeações. Pires rejeitou o convite por não conseguir conciliar com o trabalho como presidente de uma consultoria do setor de infraestrutura.

“Para quem está preocupado com os rumos da Petrobras como eu, gostaria de compartilhar o que penso. Não indiquei nem faço questão de indicar nenhum nome para sua diretoria. Mas quero deixar aqui minha exigência como cidadão e representante dos meus eleitores: espero da Petrobras uma gestão que pare de maltratar o povo brasileiro com aumentos sucessivos e nenhuma sensibilidade social”, disse Lira em, suas redes sociais. O Ministério de Minas e Energia buscou um novo presidente para a Petrobras desde a última semana, quando o então mandatário, o general Joaquim da Silva e Luna, foi exonerado durante um atrito com o presidente Jair Bolsonaro (PL) pelo aumento nos preços dos combustíveis. Nesta quarta, o governo indicou José Mauro Ferreira Coelho, ex-secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis da Petrobras, para a presidência.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe