Kyrie Irving diz que ‘não estava preparado’ para consequências de recusar vacina

Kyrie Irving está próximo de voltar ao Brooklyn Nets. Depois de ser banido do time por se recusar a se vacinar, ele retornou ao treinos nesta quarta-feira, 29, e falou com os jornalistas. Em seu depoimento, o atleta reconheceu que o ato do Nets foi correto, mas que demorou para aceitar. “Entendi a decisão deles e a respeitei. Eu realmente tive que sentar e pensar e tentar não ficar muito ligado emocionalmente ao que eles estavam decidindo fazer”, disse. “Mas não estava preparado para as consequências, nem na imaginação”, completou o jogador. Com a maioria dos atletas vacinados e enfrentando um novo surto da Covid-19, o Nets resolveram que Kyrie pode retornar aos jogos em arenas onde o Estado não tenha a lei de proibição do não-vacinados em arenas. Por enquanto ele ainda não pode atuar no ginásio do Brooklyn, já que Nova York tem essa lei. No mês de outubro, Irving comentou durante uma live no Instagram que estava pensando em se aposentar. Ainda não está confirmado quando o jogador volta às quadras, mas deve ser apenas após 5 de janeiro.


Fonte: Jovem Pan