Klara Castanho faz primeiro pronunciamento após expor estupro: ‘Últimos dias não foram fáceis’

A atriz Klara Castanho fez sua primeira declaração após expor que foi vítima de um estupro, engravidou e deu a criança para a doação. Em suas redes sociais, ela agradeceu o apoio que tem recebido desde que a história se tornou pública. “Os últimos dias não foram fáceis, mas eu queria vir aqui para agradecer por cada palavra de amor, de afeto e de acolhimento que eu recebi e venho recebendo. Todo esse carinho tem sido muito importante para mim e eu precisava dividir a minha gratidão com vocês. Obrigada do fundo do meu coração”, escreveu a artista em um post no Instagram. Klara explicou que decidiu se manifestar porque sabe que muitas pessoas querem saber como ela está após tudo o que aconteceu. “Eu sei que muitos de vocês estão preocupados comigo, mas quero dizer que estou me cuidando, fazendo acompanhamento psicológico e sigo cercada de profissionais que estão trabalhando para a preservação dos meus direitos”, explicou a atriz. 

“Quero agradecer a minha família, aos meus amigos, aos meus colegas de profissão, aos fãs que me acompanham e, também, a imprensa séria e responsável, que vem me respeitando durante esse momento”, concluiu a artista, que desativou os comentários da publicação. Em uma carta aberta publicada no último dia 25 de junho, Klara, de 21 anos, relatou que engravidou após ser vítima de violência sexual. No post, a atriz disse que o médico que a atendeu não teve empatia e a fez ouvir o coração da criança, já as enfermeiras ameaçaram vazar a história que, no fim, acabou se tornando pública. Mesmo coagida, a atriz decidiu dar a criança para a adoção, pois não se sentia preparada para ser mãe. “Vocês não têm noção da dor que eu sinto. Tudo o que eu fiz foi pensando em resguardar a vida e o futuro da criança. Cada passo está documentado e de acordo com a lei. A criança merece ser criada por uma família amorosa”, declarou na ocasião.   


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe