Irmão de Rodrigo Mussi expõe que o ex-BBB o bloqueou das redes sociais

Irmão de Rodrigo Mussi, Diogo deixou claro que sua relação com o ex-BBB está estremecida. Após o ex-participante do reality show da Globo sofrer um grave acidente de carro e ficar internado, foi Diogo quem assumiu o compromisso de atualizar os fãs de Rodrigo sobre o estado de saúde do irmão, que já se recuperou e está voltando à rotina normal. O irmão do ex-BBB não quis revelar o que motivou esse distanciamento, mas deu a entender que possui um ressentimento de Rodrigo. Ao abrir uma caixinha de perguntas no Instagram, Diogo foi elogiado: “Você foi maravilhoso no processo do Rodrigo, eu vi muita força em você, parabéns”. A resposta que ele deu foi a seguinte: “Obrigado, de coração! Reconhecimento é para poucos, infelizmente! Mas seguimos”. Uma outra pessoa foi mais direta e perguntou a Diogo se ele achava que Rodrigo estava sendo ingrato, ele se esquivou ao responder: “Prefiro não comentar essas coisas para que não haja más interpretações ou especulações”. 

Por outro lado, ele revelou que foi bloqueado pelo irmão nas redes sociais. Perguntado se ele e o ex-BBB ainda se seguiam, Diogo declarou: “Muitas perguntas assim. Não [vou] entrar no mérito. Mas é isso, bloqueado lá, bloqueado cá e vida que segue. Não vou mais responder nada sobre o Rodrigo. Espero que compreendam”. Os seguidores também quiseram saber se os irmãos Mussi estavam planejando um encontro. Diogo disse que a atual relação com dos irmãos é EDA, sigla usada por quem estuda à distância. “Não gosto de ficar mentindo, criando expectativa e nem de ficar enganando ninguém. [Recebi] muitas perguntas sobre quando vai ter outro almoço dos irmãos. Acho muito difícil nesse momento, acho que não vai rolar. Um dia, eu vou contar isso num livro que sempre quis escrever sobre a minha vida, mas vou esperar uns anos”, afirmou. Durante a internação de Rodrigo, a influenciadora digital Viih Tube prestou apoio a Diogo, mas esse laço se rompeu após a recuperação do ex-BBB: “Não temos mais contato! Mas sempre me tratou extremamente bem”.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe