Indústria brasileira termina 2º trimestre com alta de atividade e empregos

A atividade da indústria brasileira terminou o segundo trimestre de 2022 em alta, apontou nesta quinta-feira, 1º de julho, o PMI (Índice de Gerentes de Compras, na sigla em inglês), calculado pela agência de análises financeiras S&P Global. No índice, a indústria do Brasil marcou 54,1 pontos em junho, sendo que números acima de 50 sinalizam crescimento e não contração. Assim, o resultado indica que a recuperação pós-pandemia segue no setor. Em maio, a marca foi de 54,2 pontos e, na média do trimestre, de 53,4, mais do que os 49,9 dos três primeiros meses de 2022. A força principal para a expansão foram as encomendas e o consumo doméstico, enquanto foi registrada queda no número de pedidos externos. A demanda interna foi suficiente para estimular novas contratações de funcionários, no ritmo mais forte desde outubro de 2021. No entanto, embora os empresários do setor tenham demonstrado confiança em um aumento na produção nos próximos doze meses, o sentimento positivo teve o menor índice em três meses devido à preocupação com a inflação e a taxa de juros alta.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe