Identidade de cubo misterioso encontrado na Lua é revelada

O cubo misterioso que foi encontrado por um rover chinês no horizonte lunar teve sua identidade finalmente revelada. Os cientistas descobriram que se trata de — rufem os tambores — uma pedra.

A descoberta do cubo chamou a atenção na internet e levantou muitas teorias. Os próprios pesquisadores batizaram o objeto de “cabana”. Os internautas especularam que se tratava de evidências alienígenas ou até mesmo tecnologia Decepticon (em referência à saga Transformers).

 CNSA/CLEP 

O Coelho de Jade causou furor na internet quando foi avistado de longe pelo rover chinês Yutu-2 (Fonte: CNSA/CLEP)

Assim como nós, os cientistas também estavam curiosos para descobrir a identidade do objeto. Enquanto o rover estava desligado, eles trabalharam com furor para traçar todo o trajeto a ser percorrido.

Assim, quando o robô despertou, ele embarcou imediatamente em direção ao norte. O Yutu-2 funciona com energia solar e por isso hiberna periodicamente até que o sol volte.

A pedra está localizada na beira de uma cratera.  Ela foi rebatizada de Coelho de Jade, pelo seu formato. Para quem esperava uma descoberta revolucionária, pode ter sido uma decepção. Mas a aventura pode trazer benefícios.

Foi necessário realizar muitas manobras em um período curto de tempo para chegar bem perto do objeto misterioso, a apenas 10 metros de distância. O desafio levou a melhorias no projeto de movimentação do Yutu, que podem contribuir com os próximos passos da missão espacial.

Andrew Jonas, jornalista americano que acompanha a exploração espacial chinesa, foi quem primeiro revelou o caso e agora trouxe à tona o desfecho. Ele afirma pelo twitter que a notícia “é tão desapontadora que é brilhante.”

O rover segue em missão. Ele é o primeiro a explorar o lado oculto da Lua. O veículo aterrissou no satélite em janeiro de 2019 e continua operando três anos após o pouso. Os cientistas agora irão explorar a área ao redor da rocha.

O rover Yutu-2 foi levado pela missão espacial Chang’e-4, a quarta missão lunar chinesa, e a segunda transportando um rover. Recentemente o país oriental também lançou a missão Chang’e-5, com o objetivo de trazer amostras da Lua.

Veja a postagem original em: TecMundo