Governo anuncia que energia elétrica terá bandeira verde à partir de 16 de abril

O Ministério de Minas e Energia (MME) publicou nesta quarta-feira, 6, que a cobrança da energia elétrica ocorrerá sob bandeira verde à partir do próximo dia 16 de abril. A pasta afirmou que, com “as ações tomadas pelo Governo, aliada à ocorrência de chuvas, permitiram a redução das termelétricas ligadas” e, por consequência, “custos serão menores durante o próximo período seco, que vai de maio a novembro”. “Isso se traduzirá em menores tarifas para os consumidores”, afirmou o MME. Com a medida, a expectativa do governo é de que a bandeira tarifária verde permaneça vigente até o final do ano, caso o ciclo de chuvas previstas se confirme. O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou a medida em suas redes sociais e informou que os preços cobrados terão uma redução de 20% em relação ao período atual. “O reservatório da usina de Furnas terminou o mês de março acima de 80% do volume útil, não será mais necessário o acionamento de geração termelétrica adicional”, explicou o mandatário.

A mudança ocorre após o governo federal criar uma taxa extra que elevou a bandeira tarifária da energia elétrica em 50%. Chamada de ‘escassez hídrica’, a nova cobrança passou a ser de R$ 14,20 a cada 100 kWh. Aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a alteração passou a ser válida em todo o território nacional desde setembro e tinha duração para seguir até o fim deste mês de abril. Segundo o MME, as ações visaram “garantir a segurança no fornecimento de energia elétrica” para enfrentar “a pior seca já registrada na história”.

 


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe