Forte nevasca paralisa região nordeste dos Estados Unidos

A forte nevasca que caiu em boa parte do nordeste dos Estados Unidos nesta sexta-feira, 7, paralisou o transporte aéreo e perturbou o tráfego rodoviário, assim como os colégios já afetados pela epidemia de Covid-19. De Washington D.C. aos estados do nordeste fronteiriços com Canadá, a camada de neve alcançou em alguns lugares os 30 cm de espessura, como em Connecticut, Massachusetts e Rhode Island, segundo o portal meteorológico AccuWeather. Em Nova York, a ponte do Brooklyn e a Times Square estavam cobertas por uma camada de aproximadamente 10 centímetros de neve, levando a um silêncio raro na metrópole de nove milhões de habitantes. Como consequência imediata do temporal batizado de “bomba ciclônica”, cerca de 830 voos foram cancelados na região, segundo o portal FlightAware.

Somente em Nova York, o aeroporto de LaGuardia anulou um terço dos voos programados nesta sexta-feira e o aeroporto JFK anunciou em sua conta do Twitter que 221 aviões ficaram em terra. Acontece a mesma coisa no aeroporto de Boston. A previsão é que continuará nevando até as 22h00 (00h00 de sábado, no horário de Brasília), embora o sol tenha brilhado intensamente esta manhã em Nova York, segundo os serviços meteorológicos americanos (NWS). Em Nova York, na quinta-feira à noite muitas ruas já estavam cobertas de produtos para desfazer o gelo e na manhã desta sexta as máquinas limpadoras de neve se ocupavam em limpar as ruas e permitir a circulação de veículos. “Não é uma tempestade de neve que vai nos deter”, disse no New York Post o novo prefeito de Nova York, Eric Adams.

*Com informações da AFP

 


Fonte: Jovem Pan