Estados Unidos registram recorde diário de internações de crianças e adolescentes por Covid-19

Os Estados Unidos registraram recorde diário de internações de crianças e adolescentes por Covid-19 na quarta-feira, 6. Segundo dados do Departamento de Saúde e Serviços Humanos, divulgados nesta quinta-feira, 951 menores foram hospitalizados no período. Anteriormente, o maior número havia acontecido no verão de 2021, durante o pico da variante Delta, quando quase 400 menores foram internados no mesmo dia. Atualmente, mais de 3,1 mil jovens estão hospitalizados pela Covid-19 no país. O aumento das hospitalizações coincide com o retorno dos estudantes à escola e acontece em meio aos avanços da variante Ômicron. Para tentar aumentar a proteção dos jovens, a Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora norte-americana, aprovou na segunda-feira a aplicação de uma dose de reforço da vacina da Pfizer em adolescentes de 12 a 15 anos. Um dia depois, o Comitê Assessor sobre Práticas de Imunização, que aconselha o Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), recomendou que a terceira dose do imunizante seja administrada em pessoas de 12 a 17 anos.

A avaliação é que cerca de 5 milhões de adolescentes de 12 a 15 anos de idade estão elegíveis para a dose de reforço. Até 29 de dezembro, 6,5 milhões de jovens de 5 a 11 anos já tinham recebido ao menos uma dose da vacina contra Covid-19, o que representa apenas 23% do público alvo. Entre os jovens de 12 a 17 anos, o número de vacinados era de 15,6 milhões, 62% do total, mas 9,5 milhões de jovens nessa faixa etária não receberam nenhuma dose.

*Com EFE

 

 

 


Fonte: Jovem Pan