Empresa lança novo carro elétrico que custa apenas R$ 26,1 mil

A Dongfeng lançou um novo carro elétrico que custa apenas R$ 26,100, a fim de competir com o carro elétrico mais barato da General Motors (GM).

O Dongfeng FengGuang Mini EV é considerado um “alter ego” do HongGuang Mini EV da GM Wuling, uma vez que oferece as mesmas propostas da rival com o mesmo preço.

Entre os principais destaques do novo carro elétrico, está a sua autonomia e sua recarga duradoura para uma proposta predominantemente urbana.

O modelo deverá ter sua estreia em breve, disponibilizando 34 cavalos de potência e suas medidas como as únicas informações disponibilizadas até o momento.

Em seguida, confira as medidas:

  • 995 mm de comprimento
  • 640 mm de altura
  • 495 de largura
  • 960 de distância entre eixos

Além desses dados, nenhuma outra especificação técnica foi revelada, como suas baterias, autonomia e recarga, que foram destacados como ponto-chave do produto.

Carro elétrico que custa apenas R$ 26,1 mil é um “kei-car”

 

O Dongfeng FengGuang Mini EV conta com o estilo “kei-car”, tendo uma carroceria quadrada e alta, além de rodas pequenas e também balanços curtos.

No exterior, seus principais diferenciais estão justamente em suas linhas angulosas para elementos como suas janelas, as extremidades da carroceria e também em seus faróis.

Esses pontos se destacam em comparação aos seus modelos rivais, sendo uma grande aposta da FenGuang (submarca de carros de passeio da Dongfeng/DFSK).

O veículo elétrico urbano deverá estar à venda no mercado chinês ainda neste primeiro trimestre do ano (2022), a um preço que deverá ser tão acessível quanto seu maior rival, o HongGuang Mini EV da GM Wuling.

Esse modelo da GM é disponibilizado por um preço equivalente a R$ 23.700 em conversão direta no câmbio atual, e conta com duas variantes, uma delas com 27 cavalos de potência, um pouco menos que o oferecido pelo Dongfeng FengGuang Mini EV.

Fonte: Click Petróleo e Gás

Imagem em destaque: Foto/Reprodução Dongfeng

Veja a postagem de horigem em: Engenharia Hoje