Elon Musk afirma que humanos estarão em Marte dentro de 10 anos

Elon Musk, o polêmico CEO e fundador da SpaceX, concedeu, no dia 28 de dezembro de 2021, uma entrevista ao podcast do cientista Lex Fridman e, como sempre ocorre quando o bilionário participa desses eventos de mídia, sobraram polêmicas. Uma delas foi especialmente ambiciosa: ele afirmou que os seres humanos estarão no planeta Marte no máximo em dez anos.

“A melhor hipótese é em torno de cinco anos, e a pior, 10 anos”, especificou o empreendedor. Para ele, tudo se resume a uma questão de custos. Embora considere sua nave Starship “o foguete mais complexo e avançado já construído”, Musk entende ser fundamental minimizar o custo para orbitar e o custo final até a superfície de Marte.

Fazendo a conta com números inteiros, o dono da SpaceX estima que com US$ 1 trilhão (R$ 5,6 trilhões) não dá nem para chegar até Marte. Para viabilizar a viagem, Musk projeta reduzir os custos operacionais da nave em cerca de US$ 100 bilhões a US$ 200 bilhões por ano. Levando-se em conta que o orçamento operacional da NASA para 2021 foi menos de US$ 25 bilhões, é praticamente impossível pensar sobre esse avanço de engenharia projetado.

A previsão sobre humanos em Marte pode se realizar?

Fonte: Tumisu/Pixabay/Reprodução.Fonte:  Tumisu/Pixabay 

Embora a SpaceX tenha realizado feitos notáveis, como a reutilização dos foguetes propulsores e diversas viagens bem-sucedidas à Estação Espacial Internacional (ISS), a aposta de Elon Musk na verdade se baseia em um veículo – a Starship – que ainda não voou no espaço. Apesar de termos motivos para crer que seu lançamento da Terra terá sucesso, certamente há muito o que fazer antes que nave chegue a Marte, ou decole de lá.

Um desses desafios, o pouso na Lua pelos astronautas do programa Artemis, marcado para 2025, envolverá a Starship e um veículo de pouso. Ou seja, concluída essa importante etapa, Musk ainda teria mais cinco anos para cumprir sua previsão sobre o desembarque em Marte. Um feito improvável, mas não impossível.

Veja a postagem original em: TecMundo