Doria convida Bruno Araújo, presidente do PSDB, para coordenar campanha à presidência

O governador de São Paulo, João Doria, convidou o presidente do PSDB, Bruno Araújo, para ser o coordenador de sua campanha à presidência da República. O dirigente do partido já sinalizou a interlocutores que deve aceitar a proposta. Com isso, o tucano dá mais um passo na tentativa de unir a legenda em torno de seu nome para disputar a cadeira no Palácio do Planalto, embora haja resistência interna em alguns núcleos do partido. Doria disputou uma prévia acirrada com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, vencendo a disputa por 53,9% dos votos contra 44,6%. Na ocasião, surgiram até especulações sobre o nome do próprio Leite para a coordenação. Doria, porém, negou que tivesse feito o convite e disse que o gaúcho terá um papel de protagonismo no comando do seu Estado. O entendimento do chefe do Palácio dos Bandeirantes é de que o coordenador precisa estar focado na campanha e fisicamente próximo ao candidato. O desafio do tucanato agora é tentar alavancar Doria nacionalmente de olho em uma possível subida nas pesquisas com objetivo de viabilizá-lo como representante da terceira via. Para caciques da sigla, há muito trabalho pela frente, já que a disputa hoje está polarizada entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula.

*Com informações do repórter Daniel Lian


Fonte: Jovem Pan