Djokovic diz que ganhou permissão para disputar Australian Open sem estar vacinado

O tenista Novak Djokovic usou suas redes sociais, na manhã desta terça-feira, 4, para informar que ganhou autorização para disputar o Australian Open sem apresentar o comprovante de vacinação contra a Covid-19. Posando ao lado de uma pilha de malas em um aeroporto, o número 1 do ranking ATP disse que estará nas quadras no primeiro Grand Slam da temporada, ainda que, na teoria, o torneio exija que todos participantes estejam imunizados contra o novo coronavírus. A competição acontecerá entre 17 e 30 de janeiro.

“Feliz Ano Novo, todo mundo! Desejando a vocês todos saúde, amor e felicidade em todos os momentos, que você possa se sentir amado e respeitado por todos os seres deste maravilhoso planeta. Passei um tempo de qualidade fantástico com pessoas amadas nas férias e hoje estou viajando para a Austrália com uma permissão de exceção. Vamos 2022!”, escreveu Djokovic, na legenda da publicação. O sérvio, vale lembrar, nunca revelou se foi ou não vacinado contra a doença, mas sempre se mostrou contrário à obrigatoriedade da imunização. Além disso, ele já havia desistido da ATP Cup, também realizada na Austrália, sem dar mais detalhes sobre a decisão.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe