Confira as seleções que frustraram os torcedores e ficaram fora da Copa do Mundo

Com cinco meses antes da realização da Copa do Mundo 2022, a Fifa já conheceu as 32 seleções que estarão no Catar para disputar sua principal competição. Brasil, Alemanha, Argentina, Espanha, França, Uruguai e Inglaterra, países que já ganharam o cobiçado troféu, estão confirmados. Já a equipe portuguesa, que conta com Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva e outros craques, também não decepcionou. Ainda assim, nem todos os países considerados tradicionais vão ao Oriente Médio no fim do ano – o torneio acontece entre 21 de novembro e 18 de dezembro. Abaixo, veja quais são as nações consideradas fortes e que fracassaram nas Eliminatórias.

Tetracampeã mundial, a seleção italiana voltou a decepcionar e se ausentará da Copa do Mundo pela segunda vez consecutiva. Depois de não se classificar para o Mundial da Rússia, a “Azzurra” passou por um grande processo de reformulação e deu sinais de que não repetiria o vexame. Prova disso é que a Itália não somente fez boa campanha na última Eurocopa, mas ganhou o tradicional torneio da Uefa diante da Inglaterra, em Wembley, em 2021. Nas Eliminatórias Europeias, no entanto, o time treinado por Roberto Mancini amargou a segunda posição do seu grupo, ficando atrás da Suíça. Já na repescagem, a equipe de Jorginho, Immobile e companhia perdeu para a Macedônia do Norte, dando adeus a qualquer possibilidade de ficar com uma vaga no campeonato do Catar.

A seleção colombiana, é verdade, não tem a mesma tradição da Itália em Copas do Mundo, tendo no currículo apenas seis participações (1962, 1990, 1994, 1998, 2014 e 2018). Os Cafeteros, por outro lado, contam com uma forte elenco, estrelado por Luís Diaz, Juan Cuadrado, Yerry Mina, Luis Muriel e Ospina. Apesar disso, nas Eliminatórias Sul-Americanas, a Colômbia terminou apenas na sexta posição, fora até da zona de repescagem. O fracasso na campanha acabou derrubando o técnico Reinaldo Rueda, profissional que já passou pelo Flamengo.

Maior campeã da Copa Africana de Nações com sete títulos, a seleção egípcia teve um 2022 para ser esquecido. Em fevereiro, o Egito foi vice-campeã continental, perdendo para o Senegal na grande decisão. Já na disputa por uma vaga no Mundial, a equipe liderada por Mohamed Salah deu azar no sorteio e acabou encarando mais uma vez os senegaleses no meio do caminho. Novamente, o Egito foi batido na cobrança de pênaltis e perdeu a vaga para o rival.

Mesmo contando com o retorno de Zlatan Ibrahimovic para alguns jogos, a seleção sueca decepcionou seus torcedores e não garantiu vaga na Copa do Mundo de 2022. Vice-campeã em 1958, a Suécia não fez valer o peso da camisa, sendo eliminada na repescagem para a Polônia, que conta com Robert Lewandowski – na fase de grupos, o país nórdico ficou no segundo lugar no grupo da Espanha.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe