Ciro rebate fala de Bolsonaro sobre Petrobras: ‘Principal estuprador é ele que não muda essa política de preços’

O pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) publicou no sábado, 7, um vídeo rebatendo as falas do presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre o lucro da Petrobras. Em live na última quinta-feira, 5, o chefe do Executivo afirmou que o lucro da estatal durante a crise é “um estupro” ao povo brasileiro. “Eu não posso entender a Petrobras faturar horrores durante a crise da pandemia e agora guerra lá fora. O lucro da Petrobras é maior com a crise. […] O lucro de vocês é um estupro, é um absurdo. Vocês não podem aumentar mais o preço dos combustíveis”, declarou Bolsonaro um dia após a empresa anunciar ganho de R$ 44,5 bilhões no primeiro trimestre de 2022.

Na gravação, o ex-governador do Ceará chama o presidente de “cara de pau”, “canalha” e “hipócrita” e defende que Bolsonaro, como presidente da República, tem o poder de alterar a política de preços da Petrobras. “O principal estuprador nesta história é ele que estupra o povo com preços altos e estupra a verdade dizendo que não tem culpa nesse crime hediondo”, aponta Ciro. “A Petrobras, apesar da venda gigantesca de ações feitas por Fernando Henrique e, principalmente, por Lula, ainda é uma empresa cuja a maioria do capital pertence ao povo brasileiro. O sócio majoritário do capital que vota é o governo brasileiro. Portanto, o presidente da República é quem decide, em última instância, a política de preços da Petrobras”, explica o pré-candidato. “A hora que quiser o presidente tem o poder de mexer na política. Só não faz isso um presidente que seja trouxa, vendido e que não saiba como fazer”, acrescentou. Por fim, Ciro defendeu que sabe o que fazer para o valor dos combustíveis abaixarem.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe