Cerca de mil afetados pelo vulcão de La Palma são autorizados a voltar para casa

Cerca de mil habitantes da ilha espanhola de La Palma que tiveram que ser evacuados devido à erupção do vulcão Cumbre Vieja poderão voltar para suas casas a partir da segunda-feira, 3, após ser comprovado que a região voltou a apresentar todas as condições de segurança. Técnicos do Plano de Prevenção de Riscos Vulcânicos das Ilhas Canárias (Pevolca) certificaram a segurança de várias áreas no norte da ilha quando a erupção vulcânica terminou, no dia 25 de dezembro. Mesmo assim, os especialistas avisaram os residentes dessas áreas que, uma vez nas suas casas, não devem acessar espaços como garagens e armazéns sem uma medição prévia do gás. Também recomendaram que as pessoas voltem acompanhadas para suas residências e que as casas sejam ventiladas durante pelo menos 15 minutos antes de a eletricidade ser ligada.

Em caso de tonturas, falta de ar, fraqueza ou náuseas, os técnicos aconselham as pessoas a abandonarem a casa e chamarem os serviços de emergência. Estas serão as primeiras mil pessoas a poderem voltar às suas casas desde o fim da erupção. Ainda há 564 pessoas hospedadas em hotéis e 40 em centros sociais e de saúde na ilha. A erupção do Cumbre Vieja terminou no Natal, após 85 dias de atividade, durante os quais expeliu toneladas de lava que invadiram milhares de hectares e forçaram a evacuação de mais de 2.000 pessoas.

*Com informações da EFE


Fonte: Jovem Pan