Caixa aumenta faixas de renda e reduz juros do programa Casa Verde e Amarela

A Caixa Econômica Federal atualizou as faixas de renda e condições de financiamento do programa habitacional Casa Verde e Amarela. As condições de aquisição de residências através das linhas FGTS Habitação Popular e Pró-cotista foram alteradas. Para quem usa o FGTS, as faixas de renda aumentaram, e o teto passou de R$ 7 mil para R$ 8 mil, o que permite que mais famílias tenham acesso ao financiamento dessa linha do programa, que tem taxas de juros anuais entre 4,25% e 7,16%, abaixo das praticadas pelo mercado. Em relação à linha Pró-Cotista, mais voltada para financiamento de imóveis de médio e alto padrão, as taxas de juros foram reduzidas até 31 de dezembro deste ano: o corte foi de 1% e as taxas partem de 7,66% ao ano mais a taxa de referência (TR) para imóveis com valores até R$ 350 mil; entre esse valor e o teto de R$ 1,5 milhão, a taxa passou a ser de 8,16% ao ano mais TR. Outra mudança nessa linha é de que a cota de financiamento máxima foi aumentada e poderá ser de até 80% do valor do imóvel.

 


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe