brasileiros criam fogão que não precisa de botijão de gás

Com a crise surgem oportunidades de novos negócios, meios de driblar a realidade. Afinal de contas, não existe melhor momento para repensar o consumo e economizar. Pensando assim,  um grupo de brasileiros criou um fogão a energia solar.

Desse modo, a economia é certa, dispensando o uso de botijões de gás. Até porque, bem sabemos que o preço da botijão está com um acúmulo de altas em 12 meses que chega a 32, 45%. Em alguns lugares o gás pode custar até R$ 160,00.

Além disso, o povo brasileiro sofre com o empobrecimento, até porque, não é só o preço do gás que está nas alturas. Não para por aí, segundo o IBGE, hoje, no Brasil, existem cerca de 13, 9 milhões de desempregados. 

Confira: Energia solar, tecnologia pode reduzir até 95% da sua conta de energia

Então, a criação de um fogão que aproveita a energia do sol, uma fonte gratuita que se renova diariamente e que temos de sobra em nosso país. Isso, é de fato, driblar a crise e superar esse momento de adversidades. 

Para saber mais sobre esse invento, confira a seguir, pois, falaremos um pouco sobre essa invenção. Se colocada para frente, suprirá a necessidade de muitos brasileiros. Portanto, não deixe de conferir!

Invenção de fogão a energia solar mostra que botijão de gás pode ser dispensável. Confira!

Sem dúvida, a opção de utilizar a energia solar como fonte de calor para o preparo de alimentos é uma ideia incrível. Até porque, como dissemos anteriormente, o preço do botijão de gás está absurdamente alto, então é hora de inovar. 

Em uma matéria aqui mesmo no blog, revelamos que a população tem se reinventado e muitos brasileiros estão utilizando lenha para cozinhar. Os botijões de gás nos últimos tempos são sem  brincadeira “artigos de luxo”. 

Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), criou um fogão que funciona com energia solar. Além disso, a estrutura desse fogão é toda feita de modo sustentável, com reaproveitamentos. 

Leia também: WhatsApp, plano pago tem novas funções confira agora

Para a fabricação foram usados materiais encontrados por aí, tais como: sucatas, espelhos e mais. De acordo com eles, para montar um fogão o custo foi de R$150,00. Sem dúvida, essa é uma opção que pode ajudar muita gente.

Não é só isso, embora a queima do gás GLP seja considerado de queima limpa, ou seja, com baixa emissão de poluentes para atmosfera. Existem opções mais sustentáveis, isso é o que mostra essa criação.

Até porque além de aproveitar de uma energia realmente limpa, renovável e que o Brasil tem em abundância. Eles também recorrem a materiais que talvez não seriam utilizados para mais nada. 

Essa decisão também contribui ainda mais para o meio ambiente, afinal de contas, menos descarte. Além disso, torna o fogão barato! Sem dúvida, ele pode se tornar a melhor opção do mercado, então, confira a seguir.

Fogão a luz solar, essa pode ser a melhor opção para o futuro!

Como dito anteriormente, a fabricação do fogão a luz solar não custou mais de R$ 150,00. Todo fabricado com materiais reutilizados, essa pode ser a opção ideal em substituição ao botijão de gás. 

Até porque, o brasileiro não tem condições de continuar custeando em média R$120,00 por botija. Então, agora, é esperar para ver se essa nova tecnologia terá aceitação no mercado. Mas, para você entender melhor, explicaremos seu funcionamento.

Primeiro, você precisa saber que o tempo de preparo dos alimentos no fogão de energia solar é equivalente ao de botijão a gás. Este fogão utiliza isolantes térmicos que aceleram o tempo de cozimento. 

Segundo os inventores, em testes realizados com o fogão, a temperatura chegou a atingir 650 °C. Eles também testaram assar um bolo e foi um sucesso, em 1 hora e 30 minutos o bolo estava pronto.

Todo o processo levou cerca de 20 minutos a mais do que um forno convencional. No entanto, vale lembrar que o sol está disponível sem custos. E mais, se o fogão tiver um valor atrativo de mercado, se tornará imbatível.

Confira: Bugatti Chiron Super Sport mostra uma potência de mais de 1.600 cavalos em teste

Veja a postagem de horigem em: Engenharia Hoje

Compartilhe