Bolsonaro sanciona MP do Auxílio Brasil, tornando o valor de R$ 400 permanente

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou a medida provisória (MP) do Auxílio Brasil. Assim, o valor de R$ 400 pago aos beneficiários torna-se permanente. Antes batizado de Bolsa Família, os valores mínimos do benefício social ficavam entre R$ 70 e R$ 80 e o máximo entre R$ 175 a R$ 180. O governo federal só conseguiu caixa para pagar o novo valor porque o Congresso Nacional aprovou em dezembro do ano passado a PEC dos Precatórios, abrindo uma brecha financeira no teto de gastos. Com o resultado, será desembolsando R$ 90 bilhões anualmente com o programa social. Inicialmente, o governo se dispôs a pagar apenas um valor de R$ 224, mas o Congresso conseguiu aumentar o valor para R$ 400. O governo ainda não informou se Bolsonaro vetou ou não algum trecho do texto. De acordo com dados do Ministério da Cidadania, cerca de 18 milhões de famílias recebem o Auxílio Brasil. A Bahia é o Estado com o maior número de famílias beneficiárias, com 2 milhões e 25 mil famílias beneficiadas. Na sequência, aparecem São Paulo, Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Ceará.

*Com informações da repórter Marília Sena


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe