Bolsonaro rebate Fachin e diz que ministro ‘colocou Lula para fora para ser presidente’

O presidente Jair Bolsonaro (PL) rebateu o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, e afirmou que o ministro tirou Lula (PT) da cadeia para que ele volte a ser presidente da República. “Fachin foi o relator de uma proposta, deu o sinal verde, e a turma dele do Supremo aprovou a ‘descondenação’ do Lula”, disse o chefe do Executivo durante live nesta sexta-feira, 27. “Ele botou o Lula para fora. Botou para fora só para vê-lo livre? O que a gente entende para o lado de cá é que ninguém vai colocar o cara para fora com condenações grandes em três instâncias simplesmente para ficar passeando por aí. Colocou para fora, no meu modesto entendimento, para ser presidente da República”, sugeriu. 

A declaração de Bolsonaro ocorre após Fachin afirmar, nesta sexta-feira, que o respeito ao resultado das eleições é expressão inegociável da democracia. “O Brasil tem eleições limpas, seguras e auditáveis. O acatamento do resultado do exercício da soberania popular é expressão inegociável da democracia pelo respeito ao sufrágio universal e ao voto secreto”, declarou. “A Justiça Eleitoral se veste para a paz nas eleições, que devem ser a celebração da democracia, defende o Estado democrático de direito e a deferência ao processo eleitoral. A defesa da democracia propõe serenidade, segurança e ordem para desarmar os espíritos. E por isso, enfrenta a desinformação com dados e com informação correta”, acrescentou.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe