Bolsonaro diz por que vetou a lei Paulo Gustavo de incentivo à cultura

Presidente Bolsonaro durante missa em santuário no Paraná.| Foto: Assessoria

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, neste sábado (09), em Bandeirantes, interior do Paraná, que vetou a lei Paulo Gustavo para não permitir que governadores destinassem dinheiro a “figurões que ficaram de fora da Lei Rouanet”. Bolsonaro, que participou de uma missa, al lado do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) no santuário de São Miguel Arcanjo, na cidade do norte paranaense, disse que prefere usar os R$ 4 bilhões que a lei destina à cultura para socorrer as Santas Casas e o agronegócio.

“Agora aprovaram a lei Paulo Gustavo: R$ 4 bilhões para
governadores aplicarem em cultura. O Rui Costa (PT) vai aplicar no que na
cultura na Bahia? Naqueles figurões que ficaram fora da Lei Rouanet. Então
vetei, porque estamos precisando de R$ 2 bilhões para as a Santas Casas e R$ 3
bilhões para acertarmos o agronegócio dada as secas e outros problemas que
tivemos”, afirmou. O presidente lembrou que reduziu de R$ 10 milhões para R$
500 mil o teto da Lei Rouanet para cada artista ou projeto cultural. “Por ano,
era R$ 1,5 bilhão com a lei Rouanet. Haja Cultura!”, ironizou.

Inflação dos alimentos e preço dos combustíveis

Bolsonaro ainda comentou a inflação dos alimentos no país,
dizendo ser um problema mundial pro consequência da pandemia de Covid-19 e da
guerra na Ucrânia. “O mundo todo está em uma inflação muito grande de alimentos
fruto da pós-pandemia, consequência do ‘fica em casa’ e, também, por causa da
guerra entre Ucrânia e Rússia. O Brasil desponta, no momento, como o melhor
país para investimento. Lá fora, já começa o desabastecimento. Aqui, dado ao
nosso agronegócio e a nossa política externa, porque nós fomos à Rússia
conversar com o Putin e um dos assuntos tratados foi a questão dos fertilizantes,
estamos prontos para recuperar o Brasil e tocar o barco”, afirmou .

Sem citar nomes, presidente culpou quem governou o país
entre 2003 e 2015 (Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Roussef) pelo fato de o
Brasil ainda precisar importar combustíveis. “Temos que importar petróleo
porque teve gente que assumiu o governo em 2003 prometendo construir três
refinarias e não fez nenhuma. Das 10 maiores economias do mundo, somos a única
que precisa importar derivados de petróleo. E tem gente querendo que essa
cambada volte para cá”, afirmou.

Bolsonaro esteve no norte do Paraná nesta sexta-feira (08) e sábado, onde visitou a ExpoLondrina, uma das maiores feiras agropecuárias do país. Neste sábado, participaria de uma motociata entre Andirá e Bandeirantes, mas sua equipe de segurança vetou a participação no trajeto de 18 km, que ocorreu mesmo sem a presença de Bolsonaro. O presidente participou da missa no santuário e ainda visitou o município de Ibiporã, antes de deixar o Paraná.

Fonte: Gazeta do Povo
Podcast O Papo É com Guilherme Fiuza e Rodrigo Constantino – Gazeta do Povo

Compartilhe