Segundo Bolsonaro, apenas em 2021, foram recuperados pela Petrobrás R$ 6 bilhões em acordos de leniência e delações premiadas.| Foto: Carolina Antunes/PR

Em sua primeira postagem do ano nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro relacionou o esquema de corrupção na Petrobrás, registrado nos anos dos governos de Lula e Dilma e alvo da Operação Lava Jato, ao alto preço dos combustíveis. Segundo Bolsonaro, apenas em 2021, foram recuperados R$ 6 bilhões em acordos de leniência e delações premiadas. “Prova inconteste da corrupção existente na empresa”, escreveu o presidente.

Na postagem, ele ainda disse que a empresa vem “se recuperando
de desmandos e desvios praticados num passado bastante recente”, mas que isso
ainda se reflete no alto preço dos combustíveis. “A dívida bruta da Petrobrás,
em 2021, caiu de U$ 160 bilhões para U$ 60 bilhões. Essa queda (100 bi), em
parte, foi quitada com lucro na venda de combustíveis que você paga nos postos
em todo o Brasil”, postou Bolsonaro.