Avião movido a hidrogênio: confira a data de teste pela Airbus

Você já sabe como os aviões movidos a gasolina funcionam. Eles são os mais convencionais que as principais empresas aéreas utilizam. Porém, agora há uma novidade: um avião movido a hidrogênio.

Pensando nisso, a empresa Airbus está fazendo avião movido a hidrogênio de modo a revolucionar as formas de combustíveis. Dessa maneira, muito combustível fóssil pode ser evitado e o avião ainda usará uma alternativa mais barata para voar.

Confira: Shopee, veja como os usuários estão agindo com o fim do frete grátis

O que é a Airbus?

A empresa Airbus possui mais de 50 anos de história no mercado das aeronaves. Fora isso, a empresa europeia também possuía quase todo o mercado aéreo de produção. Dessa forma, você pode concluir que ela é uma das maiores empresas da área.

Com todo esse tempo no mercado, ela pôde inovar em muitos assuntos usando as pesquisas e testes para renovar o comércio. Dessa maneira, com o passar dos anos, a Airbus colocou várias novidades em suas aeronaves.

Ao mesmo tempo, em que produz aviões para a economia da Europa, a empresa também tem investimentos no Brasil, mas com foco na construção de helicópteros. Fora isso, também tem concentrações nos Estados Unidos, China e Rússia, sendo uma empresa internacional.

Leia também: Esses 5 planetas estarão alinhados no céu, confira aqui quais são e a data

Como funciona o avião de hidrogênio?

O avião movido a hidrogênio já tem um calendário esperado para entrar em teste. De acordo com a Airbus, se tudo seguir como planejado, os testes no chão devem começar em 2023 e, em seguida, ir para o comércio até 2035 para operar nas companhias aéreas.

Para que todo esse projeto aconteça com sucesso, a empresa de aviões já afirmou a criação do Centro de Desenvolvimento de Emissões Zero. Essa equipe planeja criar aviões que não soltam carbono no ar e usam a criogenia.

Esse novo combustível frio é o foco principal do Centro de Desenvolvimento de Emissões Zero. Então, ele estará em teste para entrar para o mercado o mais rápido possível.

Confira: Nasa vai explorar planeta vizinho à terra que chove lava

Veja a postagem de horigem em: Engenharia Hoje

Compartilhe