Autoridades da Ucrânia advertem civis do leste para ‘última chance’ de fugir

As autoridades da Ucrânia advertiram os civis do leste do país que os próximos dias representarão a “última chance” de fugir da região, antes que a Rússia inicie uma grande ofensiva bélica na localidade, como já previsto pelos ucranianos, pelo serviço de inteligência do Reino Unido e pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). “Os próximos dias são, talvez, a última oportunidade de fugir”, afirmou numa rede social o governador da região de Luhansk, Serguii Gaidai, ao informar que os russos “estão cortando todas as vias possíveis de saída”.

Desde que deixaram os arredores da capital ucraniana de Kiev, no começo desta semana, as tropas russas vêm se concentrando no leste da Ucrânia, se reagrupando e se preparando para o próximo movimento de guerra. Na última quarta-feira, 6, as cidades estratégicas de Kharkiv, no extremo leste do país, e de Mariupol, no sudeste, já foram alvo de bombardeios fortes, como ocorre desde o início do conflito. A expectativa é de que novas e fortes investidas ocorram em outras cidades próximas também em breve. O principal objetivo das forças de Vladimir Putin neste momento é dominar a região leste, mais próxima da Rússia, para dar apoio às regiões separatistas de Donetsk e Luhansk, em Donbass, além de conquistar o porto de Mariupol, que dá acesso direto ao Mar de Azov e permite passagem livre até a Crimeia.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe