Atualização falsa do Windows 10 instala ransomware em PCs

O ransomware Magniber, distribuído por meio de falsas atualizações de softwares, voltou a fazer vítimas em vários países. Desta vez, o malware está se espalhando via updates maliciosos do Windows 10, conforme relatou o BleepingComputer no último sábado (30).

A praga virtual foi detectada pela primeira vez em 2017 e no início de 2022 foi disseminada em atualizações maliciosas do Google Chrome e do Microsoft Edge. Agora, o programa vem sendo distribuída em pacotes de arquivos que supostamente atualizam a versão anterior do Windows. Essa nova campanha tem como alvos estudantes e usuários domésticos, principalmente.

Desde o início de abril, os cibercriminosos por trás do ataque estão espalhando o ransomware em arquivos nomeados como Win10.0_System_Upgrade_Software.msi e Security_Upgrade_Software_Win10.0.msi, entre outras compilações falsas, segundo a publicação. Eles são promovidos como uma suposta atualização cumulativa ou de segurança do sistema.

Pedido de resgate para vítimas do Magniber.Fonte:  BleepingComputer/Reprodução 

Ainda não está claro como as atualizações falsas do Windows 10 chegam aos alvos, mas se eles caírem no golpe são direcionados a sites fraudulentos para baixar os pacotes. Após a instalação do Magniber, disfarçado em meio à compilação, os arquivos do computador são criptografados.

Resgate pode custar caro

Uma vez instalado no PC, o agente malicioso exige o pagamento de resgate para que o usuário tenha acesso aos arquivos sequestrados. Na maior parte dos casos, os criminosos virtuais estão exigindo 0,068 bitcoin para liberar os dados, o equivalente a mais de R$ 13 mil pela cotação do dia, valor considerado alto para usuários comuns.

No momento, não existem meios conhecidos de descriptografar arquivos infectados pelo ransomware Magniber gratuitamente. Por isso, é preciso ter alguns cuidados para evitar que o seu dispositivo seja afetado pela praga virtual, como não baixar arquivos de fontes desconhecidas.

As atualizações do Windows 10 geralmente são disponibilizadas automaticamente, via Windows Update, não exigindo acesso a outras plataformas. E quando for necessário baixar algum arquivo, verifique se ele está armazenado no site oficial da Microsoft.

Veja a postagem original em: TecMundo

Compartilhe